Os oceanos precisam da sua atenção!

Clique na imagem para ampliar. Referência: outubro 2022

A Oceanografia

 

A Oceanografia, como ciência, enquadra-se na grande área de Ciências Exatas e da Terra, e está direcionada à busca do conhecimento e à previsão do comportamento dos oceanos e ambientes transicionais (costeiros) em seus aspectos físicos, químicos, geológicos e biológicos, assim como os processos e interações entre oceano e atmosfera, oceano e continente e do corpo d´água com o fundo oceânico. É esperado do profissional oceanógrafo uma visão inter e multidisciplinar crítica e criativa para, além do simples conhecimento técnico, identificar e resolver problemas relacionados ao ambiente marinho, que lhe permita uma atuação empreendedora e abrangente no atendimento às demandas da sociedade quanto à utilização e preservação deste ambiente natural.

Oceanografia Biológica

É o estudo das inter-relações dos organismos vivos com os ambientes que habitam, ambientes estes oceânicos, costeiros e transicionais, como manguezais e estuários, com ênfase nas relações ecológicas. Abrange a distribuição e os ciclos de vida dos organismos, os ritmos e flutuações de populações e comunidades, a estrutura das comunidades e os processos físicos e químicos interatuantes, estudando a biodiversidade, produtividade, pesca, aquacultura, avaliação de impacto ambiental na biota, buscando melhorar o conhecimento com vistas à proteção e aproveitamento racional de recursos vivos.

Oceanografia Física

 Estuda as propriedades e os fenômenos físicos nos ambientes oceânicos e costeiros. Engloba os aspectos relacionados à distribuição espacial e comportamento temporal das variáveis físicas da água do mar como: temperatura, salinidade, pressão, turbidez, a propagação da luz e do som e também a origem das massas de água. No campo dinâmico, visa o estudo das correntes marinhas, das ondas, e de suas forças causadoras, assim como a interação do oceano com o leito marinho. Em face da interação oceano-atmosfera, engloba também os aspectos relacionados às mudanças climáticas do Planeta.

Oceanografia Geológica

Possui como foco a investigação da interação entre os processos sedimentares e geomorfológicos marinhos para a compreensão da evolução dos sistemas deposicionais costeiros e submersos. Os estudos contemplam temas tais como a arquitetura deposicional, a dinâmica sedimentar e a transferência de partículas desde a região costeira, passando pela margem continental (plataforma, talude e elevação) até o oceano profundo, modulados por variações climáticas e de parâmetros oceanográficos em diversas escalas espaciais e temporais.

Oceanografia Química

Envolve o estudo das propriedades e características químicas das águas e dos sedimentos marinhos e suas variações temporais e espaciais, a fim de se entender os processos naturais e antrópicos que ocorrem nos oceanos e nas interfaces com o continente e a atmosfera. Assim, estuda-se a dinâmica dos elementos e suas interações com os domínios bióticos e abióticos nos oceanos. A Oceanografia Química fornece também subsídios para a avaliação do potencial produtivo dos ambientes marinhos. O estudo do comportamento de contaminantes e poluentes na água, sedimento e biota, permite identificar e quantificar os problemas de poluição marinha e seus efeitos sobre os organismos.